quinta-feira, setembro 08, 2005

Ladrão que rouba ladrão...

Essa não podia deixar de comentar. De tão inusitada que foi.
Matéria 1
Matéria 2

26/08/2005 - 13h01
Ladrões roubam e são roubados no Rio

Da Redação

Em uma prova clara de seu poder premonitório, o Editor do UOL Tablóide já avisava, na nota anterior, que "ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão". O mais novo seguidor desse ditado é um bandido carioca, que abordou uma dupla de ladrões que roubava um carro no Rio de Janeiro.

Na última quinta-feira, Kleber do Nascimento, 29, e Igor Fogaça, 21, foram abordados por um terceiro bandido quando estavam em um carro que haviam acabado de roubar, numa das principais ruas de Santa Tereza, no centro do Rio.

Ao tentarem fugir do colega, os bandidos bateram num carro da polícia onde estavam dois policiais que tinham acabado de deixar a delegacia. "Isso foi um fato inusitado. Realmente foi algo diferente e ainda houve a coincidência de baterem no carro dos policiais", disse o delegado Gilson Dantas.

Os bandidos ainda tentaram fugir num ônibus, mas foram presos pelos policiais. Sem querer, o terceiro bandido ajudou a fazer justiça e ainda conseguiu fugir -- eis a sabedoria do ditado popular.

Os dois criminosos presos já tinham passagem pela polícia por alguns crimes e podem pegar até 18 anos de cadeia. O Editor do UOL Tablóide lembra mais um velho bordão: o crime não compensa.

Fonte: Reuters


25/08/2005 - 20h36
Ladrões são presos após sofrerem assalto no Rio

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Dois bandidos foram presos nesta quinta-feira no Rio de Janeiro quando tentavam escapar de um assalto do qual foram vítimas, no bairro de Santa Tereza, no centro da cidade.

Kleber do Nascimento, 29, e Igor Fogaça, 21, foram abordados por um terceiro bandido quando estavam em um carro roubado, numa das principais ruas do bairro.

Ao tentarem fugir do assalto, os bandidos bateram num carro da polícia onde estavam dois policiais que tinham acabado de deixar a delegacia. Os bandidos ainda tentaram fugir num ônibus, mas foram presos pelos policiais.

O ladrão que tentou roubar os dois conseguiu fugir.

"Isso foi um fato inusitado. Realmente foi algo diferente e ainda houve a coincidência de baterem no carro dos policiais", disse o delegado Gilson Dantas.

Os dois já tinham passagem pela polícia por alguns crimes e podem pegar até 18 anos de cadeia.

Além de ter sido roubado, o carro que usavam ainda tinha placa clonada.

Um comentário:

Misao disse...

É, tudo que se possa imaginar acontece por essas bandas!