segunda-feira, maio 23, 2005

Polícia do México prende bebê de um ano por cumplicidade em furto

Notícia original, aqui.

Puerto Progreso (México), 21 mai (EFE).- A polícia de Puerto Progreso, no estado mexicano de Yucatán, deteve um bebê de um ano sob acusação de ser cúmplice de seu pai em um furto de garrafas de vodka, que estavam escondidas em seu carrinho.

O comandante da guarda da polícia local, Trinidad Martínez, explicou à EFE que em uma operação de vigilância realizada ontem, Roger Sagundo, de 28 anos, e seu filho, do mesmo nome e de apenas um ano, foram detidos quando o primeiro tentava furtar seis garrafas de vodca de um supermercado.

Segundo o comandante, os detidos foram entregues à procuradoria sob acusação de tentativa de furto, o pai por cometer o crime e o bebê por "cumplicidade".

Martínez disse que de acordo com o relatório policial, Sagundo entrou no supermercado do povoado e escondeu seis garrafas de vodca no carrinho de bebê de seu filho. Ao tentar sair sem pagar, foi detido e denunciado, por isso ambos foram levados à delegacia.

O relatório diz ainda que, após a descoberta do furto, "a autoridade tomou conhecimento de que o pai do menor não podia pagar pelos artigos, por isso o caso foi transferido ao ministério público".

Martínez acrescentou que Roger Sagundo foi entregue às autoridades judiciais, enquanto que o bebê foi posto sob custódia da mãe algumas horas depois, quando descobriram que havia sido "detido".

Nos arquivos da polícia local ficará registrado que Roger Segundo filho, de um ano de idade, "foi o infrator mais jovem (do povoado)... a tão curta idade, conta com um antecedente de cumplicidade em fatos delitivos".
Agora eu comento: fala sério. A princípio até achei que a notícia fosse piada, ou que o fato estava acontecendo no lugar errado. Afinal, foi nos EUA onde uma menina de 3 anos presa e algemada (não sei os detalhes, depois eu procuro informação).
Agora, imagina a situação: o bebê já vai crescer "fichado" na polícia. E se lá for como é aqui, por não ser réu primário, se acontecer de ser acusado de algum delito não terá direito a fiança, mesmo sendo inocente.
Muito bizarro.

2 comentários:

Misao disse...

Tô passada! Eles foram na onda dos surtados dos norte americanos!E desde quando uma criança de 1 ano têm discernimento para saber o que é certo e o que é errado? E quem ia beber era o pai, não a criança! Os adultos estão cada vez mais pirados do lado norte do globo...

kjlkjlkjl disse...

kkkkkkkkkkkkkkkk
isso ai prende mesmo
é desde criança q se aprende
ou prende
kkkkkkkkkkkkkkkk